Um apelo à sua lucidez por Aline Daher


Você se pega pensando em coisas que não estão sob sua alçada e as quais nem conseguiria resolver ou controlar?

Bem vindo à era da informação e da complexidade.

Este ruído mental é alimentado por aquilo que você escolhe deixar seus 5 sentidos acessarem, especialmente visão e audição.

Uma única edição de um dia de semana comum do jornal americano "The New York Times" tem mais conteúdo do que um inglês médio teria acesso em toda sua vida no início do século XVII.*

Formada em jornalismo, eu bem sei que a repetição do que dá IBOPE é que ganha mais espaço nos jornais/telejornais, enfim… No entanto, o que normalmente atrai mais atenção da média dos seres humanos são notícias que estimulam emoções extremas, euforia, paixão, dor e sofrimento. 

Isso não quer dizer que muitas das matérias jornalísticas não tenham sua importância informativa. No entanto, os excessos na divulgação ou no acesso a elas podem estar intoxicando seu pensamento de tal forma, que fica quase impossível ter pensamentos bons e produtivos, e cultivar um mindset de crescimento**.

Por isso, eu faço um apelo à sua lucidez: aprenda a ser mais crítico ao selecionar a que notícias você terá acesso ou quantas vezes vai ler ou ver reportagens sobre o mesmo assunto, as quais, muitas vezes, não acrescentam nada, a não ser mais ansiedade e tensão desnecessárias.

Você é totalmente livre para ver ou ler o que quiser, eu só gostaria de abrir sua mente para perceber que, ao se deixar levar pelo discurso de estar "bem informado", pode estar caindo numa armadilha e estar exposto a efeitos nefastos para sua saúde mental.

A minha sugestão, neste quesito, é saber que perguntas você precisa responder e buscar diretamente as respostas. Seja em sites confiáveis de notícias, ou até mesmo com pessoas que você confia e que são a fonte direta da informação, como profissionais especializados.

Se você trabalha com análise de mercado e se vê obrigado a acompanhar as notícias o dia todo, ainda assim, saiba a que perguntas você precisa responder, determine os indicadores. E, caso você fique inseguro em não acompanhar hora a hora as atualizações do cenário político, econômico, e especialmente hoje, da saúde pública, faça isso respeitando também a credibilidade e autoridade da fonte, e eliminando excesso de repetição da mesma informação.

Assim, podemos ativamente reduzir a sobrecarga emocional gerada por informações demais e detalhes sórdidos que serão inúteis para você tomar decisões. E, claro, fuja das Fake News. Sempre confira a informação de um canal, em outro de credibilidade, ou mesmo com um profissional que seja autoridade no assunto. E, por fim, evite agir ou decidir algo precipitadamente. 

Quer tomar melhores decisões? Mais rápidas e mais assertivas? Treine meditação, a fim de estimular sua intuição e insights, e agir porque sabe que é a melhor opção e não porque alguém ou alguma informação justificou sua decisão ou comportamento.

*Referência - Documentário em vídeo - Quanto tempo o tempo tem.

** Conceito de Carol Dweck no livro Mindset

***********

Aline Daher está, há 10 anos na área de desenvolvimento humano. É professora do DeROSE Method e Facilitadora do Programa Mindfulness Design. Graduada em jornalismo, dedica-se à produção e edição de conteúdo há mais de 17 anos.

E-mail: [email protected]

Instagram: @aline_daher

LINKEDIN: Aline Daher

Spotify: https://spoti.fi/3j8jMXi



Siga-nos

DeROSE Method Cambuí
Desenvolva o foco e a clareza mental, aumente sua vitalidade e gerencie seu nível de stress.

Instagram



Sobre

O DeROSE Method é uma proposta de reeducação comportamental, que desenvolve a alta performance e melhora a qualidade de vida.

Nosso método desenvolve sua habilidade de silenciar a sua mente, e melhorar a clareza mental. Por outro lado, aumentará sua vitalidade e nível de energia, desenvolvendo um corpo saudável que contribuirá para uma mente também saudável.